Mattel avança em reestruturação e volta a vender bonecas das Princesas Disney

0
534

A companhia passa por um processo de restruturação desde a chegada de Ynon Kreiz em 2018. Desde então as vendas cresceram todos os trimestres, e do lado dos custos, fábricas foram fechadas e a força de trabalho reduzida de 13,5 mil pessoas para 8,5 mil. O resultado da Mattel saiu de um prejuízo de US$ 343 milhões em 2017 para lucro de US$ 730 milhões em 2021.

No entanto, a maior mudança vem de um reposicionamento estratégico em que a companhia deixa de ser uma fabricante de brinquedos para se tornar uma empresa que gerencia propriedade intelectual. Neste sentido, a empresa contratou Robbie Brenner, produtor de filmes como “Clube de Compras Dallas”, para liderar a Mattel Films. A primeira grande aposta da unidade é o filme “Barbie”, dirigido por Greta Gerwig e estrelado por Margot Robbie.

A companhia, conhecida por fabricar as linhas Barbie e Hot Wheels, acaba de recuperar a licença para fabricar novamente as bonecas das Princesas Disney, uma década após perder a licença para a rival Hasbro.

Um dos pilares de nossa filosofia de investimentos é avaliar minuciosamente a Governança Corporativa de nossas investidas. Dentro deste tema, damos muito peso a qualidade dos principais executivos, seu track record, ética, incentivos, alinhamento e a cultura corporativa como um todo. O trabalho de Ynon Kreiz ilustra bem este tema.

Para conferir o artigo na íntegra, acesse:
https://valor.globo.com/empresas/noticia/2023/01/07/mattel-avana-em-reestruturao-e-volta-a-vender-bonecas-das-princesas-disney.ghtml